Ore Pela Africa

Ore pelo Mundo Muçulmano-Ramadã

Bem-vindos, recém-chegados: hospitalidade

Jack correu. Um irmão o informou que ele seria envenenado. O pai de Jack – um clérigo muçulmano – descobriu que seu filho de dezessete anos se tornou um seguidor de Jesus. Alguns anos depois, Jack chegou ao Canadá para estudar teologia. A extrema solidão e a dor de ser um estrangeiro sem uma família numa terra estranha o assombrava. Guerra, conflitos étnicos, perseguição religiosa, desastres naturais e o anseio por liberdade e oportunidade são apenas algumas das razões pelas quais as pessoas abandonam suas raízes e vem para a América do Norte.

Agora, estes recém-chegados despreparados passam em terra estrangeira, onde frequentemente eles não são de fato bem- vindos? Em 2008, um centro para recém-chegados (do qual Jack é parte) se abriu no Canadá. A ideia era simplesmente dar as boas-vindas aos muçulmanos e dar-lhes assistência prática em seu novo país. Amizades eram criadas e os recém-chegados tem assistência de moradia, aprendem inglês, seus filhos recebem cuidados, ensinam e ajudam com a lição de casa. Hoje, chás de bebe para novas mães, acampamentos de esporte para garotos e garotas e festivais comunitários para toda a família são algumas das coisas que o centro faz para dar as boas vindas aos recém-chegados. Conexões de coração são feitas conforme os muçulmanos começam a criar laços com seus novos amigos cristãos. Alguns já se tornaram seguidores de Isa Al-Masih (Jesus, o Messias). Outros estão a caminho do Príncipe da Paz. A semente para o Evangelho está sendo plantada conforme a equipe internacional ministra para eles.

Sam estava treinando para se tornar umclérigo muçulmano. Aos vinte anos, ele se tornou um seguidor de Jesus. Sua mãe o considerava como morto. Ela o enterrou! Hoje, Sam é um membro da equipe internacional que está trabalhando com os recém-chegados. Muitas das pessoas que Sam conhece no Centro veem de seu país natal. Hoje sua mãe, ainda vivendo na África, tem orgulho que seu filho está ajudando seu povo a sobreviver numa terra estrangeira.
Para Oração:
  • Muçulmanos que foram erradicados de seus países, normalmente vem mal preparados para lidar com um povo, cultura e idioma diferentes. Ore para que cristãos maduros possam andar ao lado deles para serem seus amigos e sua nova família.
  • Ore para que Deus dirija os crentes para conhecerem pessoas de paz (Lucas 10), e que estes possam ser instrumentos para apresentar o Príncipe da Paz aos muçulmanos
  •  Muitos muçulmanos na América do Norte ficam chocados quando um ocidental os cumprimenta com um “Olá”. Mas, ainda assim, é preciso apenas um “Olá” para começar a se estabelecer uma amizade para toda a vida. Experimente!

FONTE: http://www.textos.javana.fastmail.fm/livreto.pdf

 

Share This:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *